Divertido revezamento pelos personagens de uma família

Ninguém falou que seria fácil. Felipe Rocha é o autor desta pequena pérola do nonsense em cartaz no Espaço Cultural Sérgio Porto. Os personagens da peça, pai, mãe e filha, trocam de intérprete no palco, em afiado jogo cênico. Nomes pouco conhecidos do grande público, os versáteis Rocha, Stella Rabello e Renato Linhares alternam diálogos com divertidos movimentos coreográficos. Nesta brincadeira levada a sério, há espaço para, em dado momento, os dois homens do elenco encarnarem os papéis de marido e mulher sem resvalar na caricatura. Em outro achado do espetáculo, um devaneio por momentos da vida como a velhice, encontros amorosos, a hora do parto ou a morte, Stella representa uma menina que se recusa a largar a chupeta — e usa argumentos bastante adultos para convencer o pai a manter o hábito da infância.

Carlos Henrique Braz – Revista Veja

Anúncios

Sobre Foguetes Maravilha

Ator, autor, músico, 1972> Rio de Janeiro.
Esta entrada foi publicada em Foguetes Maravilha. ligação permanente.